26/04/2020 às 16h59min - Atualizada em 26/04/2020 às 16h59min

O clamor por ajuda aos artistas de Parintins. Quando o apoio chega?

Mário Marinho - especial para o M2 News
mariomarinho@m2news.com.br
Juarez Lima, artista de Parintins, é um dos que assinam a carta de apelo por ajuda. Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
Recebi nesse domingo (26/04) relatos de artistas amazonenses, que sofrem com os impactos financeiros causados por essa quarentena. São artistas de todas as classes, sem shows, sem festas, sem dinheiro. Em Parintins, por exemplo, são 1.200 artistas que simplesmente não sabem se terão calendário em 2020. Eles me enviaram um carta para avaliação e publicação. São relatos preocupantes de quem depende daquela manifestação folclórica. Muitos têm nessa festa o sustento familiar anual. Sim, anual! 

Quem vê a festa de longe ou das arquibancadas de Parintins, talvez não saiba e nem tenha mínima noção da imensidão de trabalhadores por trás de cada alegoria e fantasia daquelas que encantam o mundo. Hoje, lamentavelmente, muitos desses trabalhadores, artistas natos e autodidatas, se dizem esquecidos.


 
“Agora mais do que nunca o nosso clamor é para aqueles que sabem verdadeiramente da nossa história, e essa é a hora de termos o nosso reconhecimento em prol dessa grande arte que encanta o mundo todo!” ,

lamentam os artistas em um trecho do documento que recebi.




E antes que saiam por aí dizendo que isso é uma afronta a quarentena, pois não é, até por que não há um pedido ou pressão para que se faça o festival, mas sim para que haja uma definição de data em 2020 ou cancelamento para 2021. Lhes digo que é apenas um pedido de ajuda, uma vez que se a festa for em outubro, como se fala, haveria uma significativa queda de mão-de-obra, segundo os artistas. Ainda estamos em Abril e... outubro é no fim do ano.

Mas nesse momento, o que os artistas querem mesmo é o apoio assistencial a quem – de fato 
– faz a festa.


 
“Revejam sua política assistencial aos artistas locais diante do colapso eminente do setor, dispondo também de técnicos para dar esse suporte cadastral”,

conclamam os artistas em sua carta aberta às autoridades culturais do Amazonas.

 



Penso, que não só o executivo, a quem foi endereçado o documento, seja responsável por oferecer essa ajuda. Mas, no meu entendimento, grandes patrocinadores dessa festa imensa...

Cadê as grandes marcas? Por onde andam aquelas grandes empresas que mudam até as cores de suas logos para agradar e interagir com o público de Parintins?

Que horas essas empresas vão acenar com um gesto social para os moradores daquela ilha e, principalmente, com os artistas, donos de fato e de direito do Festival Folclórico de Parintins?

Só neste domingo  (26/04/2020) , Parintins tinha 73 casos positivos de covid-19, com 3 óbitos. Isso é muito, muito... para uma pequena ilha.

É triste ver amigos artistas enviarem mensagens de áudio e texto lamentando estarem esquecidos por muitos que há pouco tempo estavam ali, quase que lado a lado.

Como jornalista, repasso fatos, como amazonense, pai e responsável por uma família, me sinto um pouco triste. Mas acredito que a ajuda virá, e assim como a cobrança, tenho a certeza de que os artistas agradecerão muito pelo apoio.


#ForçaParintins




A carta dos artistas de Parintins










Sobre o autor:
Mário Marinho é jornalista e empreendedor da comunicação. Já atuou em diversos veículos de comunicação do Amazonas.
No serviço público, ocupou cargos em secretarias de estado, como FPS, Seinfra, UGPE (Prosamim), Seas; Também atuou na Prefeitura de Manaus (Semasdh e Semcom), sempre nas áreas de comunicação e jornalismo. Atualmente mantém uma coluna no portal M2 News, fundado por ele em 2016, e atua como consultor de comunicação pessoal e assessoria política.
Para entrar em contato com o colunista envie e-mail para mariomarinho@m2news.com.br
Link
Tabuleiro Baré

Tabuleiro Baré

Coluna Política do M2 News com os bastidores da política e fatos importantes do Amazonas.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!