10/06/2020 às 15h40min - Atualizada em 10/06/2020 às 15h40min

Deputados do RJ abrem processo de impeachment contra Wilson Witzel

Redação com Agências de Notícias
O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC) Foto: Mauro Pimentel / AFP
Em votação simbólica realizada nesta quarta-feira (10/06), a maioria dos deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) votou sim pela abertura de um processo de impeachment do governador Wilson Witzel (PSC).

Os 70 deputados participam de sessão extraordinário virtual e foram alcançados 37 votos favoráveis por volta 16h30. A análise do tema e o voto dos demais deputados continuam neste momento.

 

Com isso, a presidência da Alerj vai publicar no Diário Oficial um ato dando prazo de 48 horas para que os partidos indiquem os seus representantes para a Comissão Especial que irá analisar a admissibilidade da denúncia.

A comissão terá outras 48 horas para eleger presidente e relator. O governador será notificado a apresentar a defesa em até dez sessões.

Ao fim do prazo, a comissão elabora o parecer, que será lido e votado em plenário.

Se os deputados aceitarem a denúncia (por maioria absoluta, ou seja, mais de dois terços do plenário), Witzel será afastado do cargo e será formado um tribunal misto para julgá-lo — com representantes da Assembleia e do Tribunal de Justiça.

Aí, sim, começa o processo de impeachment.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!