MENU

10/07/2020 às 14h45min - Atualizada em 10/07/2020 às 14h45min

Bumbás de Parintins anunciam festival para novembro e dividem apoio de torcedores; Governo não confirma datas

Bumbás anunciaram os dias 6,7 e 8 de novembro como datas da festa, mas Governo do Amazonas informou que o festival depende de embasamento científico.

Redação M2
José Lucas
Bois Garantido (esquerda) e Caprichoso (direita). Foto: Divulgação
Os presidentes dos bumbás de Parintins anunciaram nesta sexta-feira (10/07) que o Festival Folclórico 2020 vai acontecer nos dias 6,7 e 8 de novembro. A festa deveria acontecer nos dias 26,27 e 28 de junho, mas foi adiada devido a pandemia de Covid-19.

"
Vem sentir a emoção do maior festival folclórico do mundo. Dias 6, 7 e 8 de novembro, Parintins vai fazer o coração bater mais forte. A saudade vai dar lugar à alegria", anunciou o Boi Garantido em seus perfis oficiais.

Em comunicado publicado em suas redes sociais, as duas agremiações prometeram  respeitar as normas sanitárias de prevenção ao Covid-19, além de distribuir máscaras e álcool em gel para os torcedores que forem ao bumbódromo. 

"Vamos brincar, mas com saúde e responsabilidade, cumprindo os protocolos de segurança sanitária", anunciaram os bumbás.


Torcedores apreensivos

O anúncio da nova data dividiu torcedores de Caprichoso e Garantido. Muitos se mostraram apreensivos com a aglomeração que a festa pode gerar.


"Não concordo com a realização do Festival de Parintins esse ano. É uma decisão preciptada" disse o torcedor Netto Alves, em resposta ao post do boi Caprichoso.

"Eu amo o festival mais ainda acho que não é hora. Sei da importância para o parintinense, fico triste pois o caos aínda não passou completamente!", afirmou Tatiane Eduarda, em resposta ao post do boi Caprichoso.

"Depois de tantas perdas (materiais, imateriais, sentimentais e também financeira) por que não deixar para 2021? 2021 já está bem aí!", questionou Kaká Tavares em resposta ao post do boi Garantido.

"Amo o festival, mas essa atitude é totalmente irresponsável. A bandeira dos bois de defesa à vida mandou lembranças", ironizou Adriane Passos.

Mas apesar de bastante torcedores serem contra a realização do evento, há torcedores que apoiem que a festa aconteça.

"A fome mata muito mais que o covid , os artesões , os artistas , as famílias precisam de renda para sobreviver , aumentar a economia", afirmou Allex Gondin na publicação do boi Garantido.

"Quem não quiser ir não vá, é só em novembro e não amanhã", concluiu Eduardo Takafaz no post realizado pelo Caprichoso no Facebook.



Veja abaixo os posts feitos pelos bumbás









Governo do Amazonas não confirma data


O Governo do Estado do Amazonas informou por meio de nota, "que só irá se pronunciar sobre a realização do Festival de Parintins após receber parecer das autoridades sanitárias, as únicas capazes de avaliar os riscos da exposição da população à Covid-19 em eventos do porte da festa popular." 

O Governo informou ainda que "entende a relevância do evento para os habitantes de Parintins, de todo o Amazonas e do Brasil, enquanto manifestação cultural e geradora de renda, mas não é possível que tal decisão seja tomada sem o embasamento científico necessário que assegure o maior bem que todos temos: a vida.' , disse o Governo do Amazonas na tarde desta sexta-feira.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!