MENU

31/07/2020 às 13h59min - Atualizada em 31/07/2020 às 13h59min

Empresa de informática que vendeu materiais de higiene para prefeitura funciona em endereço para 'referência'

José Lucas
Redação M2
Rua Itatuba, bairro Alvorada, em Manaus, onde funcionaria a sede da empresa de informática. Equipe de reportagem não localizou o endereço. Foto: Reprodução
A empresa TH Comércio de Suprimentos de Informática,  vencedora da licitação para fornecer materiais de higiene para a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semasc) funciona em um endereço apenas para referência. As informações foram constatadas pela equipe do Portal M2 News que não conseguiu localizar o endereço físico da empresa, Rua Itatuba, 20, Alvorada, pela localização informada em sua consulta pública. Em uma troca de mensagens com o Portal  M2 News o responsável pela empresa, Herbert Tomé, informou que o endereço constante em seus documentos oficiais é  "Apenas escritorio de referência , com estoque de produtos em outro endereço", afirmou.

Nesta sexta-feira a Coluna Tabuleiro Baré  revelou que a loja de informática venceu licitação on line no último dia 17 de julho para fornecer materiais de higiene pessoal para a Semasc. CLIQUE AQUI E VEJA A COLUNA.

A empresa especializada em equipamentos e suprimentos de informática ganhou a concorrência para fornecer produtos como absorvente íntimo, sabonetes e condicionadores para cabelo ao preço de 234.880,00. As compras são para combate ao Covid-19.


Semasc mantém silêncio


Procurada pelo Portal M2 News a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semasc) não respondeu a nenhum dos questionamentos enviados na última quinta-feira (30/07). Entre as perguntas realizadas pelo M2 News estão a que questiona a Semasc se os produtos comprados já foram entregues.

O M2 News apurou que a empresa TH Comércio de Suprimentos de Informática foi criada em 2009 tendo como atividade principal o 
 
comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática. Sua última atualização junto à Receita Federal do Brasil aconteceu em 17 de janeiro de 2019, passando a acumular mais trinta e nove atividades em diversas áreas alheias aos serviços de informática, como peixaria, açougue, armarinho ou produtos de cama, mesa e banho. 


Empresa de informática diz ser habilitada

Em nota encaminhada ao Portal M2 News a TH Comércio de Suprimentos de Informática informou que mesmo tendo as atividades de informática como ramo econômico principal, possui autorização da Receita Federal do Brasil para participar de concorrências por serviços diferentes de sua atividade primária. 

"
Não se encontram motivos fundamentados, para exclusão da participação em outras atividades que não seja o ramo de Informática.", disse a assessoria da empresa ao afirmar já possuir a atividade de venda de produtos de higiene e limpeza somadas à seu ramo econômico principal.

A empresa também afirmou que venceu a licitação oferecendo o menor preço, sem nenhum tipo de superfaturamento. "Todos os preços estão alinhados com o preço de mercado, e não há o que se falar em superfaturamento ou qualquer va
ntagem indevida", concluiu a TH Comércio de Suprimentos de Informática.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!