22/08/2020 às 19h18min - Atualizada em 22/08/2020 às 19h18min

"Meu governo não será só de militares", diz Alberto Neto em entrevista ao M2

Pré-candidato a prefeito de Manaus foi o segundo entrevistado do "Tabuleiro Baré", coluna política do Portal M2 News

José Lucas
Capitão Alberto Neto (Republicanos). Fotomontagem: M2 News/Eleições 2020
O pré-candidato do Republicanos à prefeitura de Manaus, Capitão Alberto Neto, disse neste sábado (22/08) que seu eventual governo municipal não será composto em sua totalidade por militares.  "Será um governo independente, baseado no mesmo formato do Governo Federal, mas com militares que tiverem bons currículos, no entanto, não será um governo militarizado", afirmou Neto.

Militar de carreira da PM do Amazonas, Alberto Neto concedeu entrevista para o jornalista Mário Marinho, da Coluna Tabuleiro Baré, que abriu na última sexta-feira (21/08) uma série de entrevistas com os pré-candidatos a prefeito de Manaus. O atual deputado federal afirmou que já existe uma pré-definição de um possível vice. "Estamos conversando com alguns partidos, dois mais próximos. Reuni essa semana com a nacional do PSL, com o PP e PRTB, mas nada está confirmado", revelou o pré-candidato. Questionado, Alberto afirmou acreditar que o vice deva sair dessas legendas, mas não confirmou nomes.

Apontado entre os quatro mais bem posicionados nas últimas pesquisas, Alberto Neto avaliou o atual cenário eleitoral, comentou sobre candidaturas concorrentes, apoios de caciques e respondeu à cutucada do colega de parlamento e, também pré-candidato José Ricardo (PT) que na sexta-feira afirmou que ele teria conseguido poucos recursos para a segurança pública do Amazonas. "Recentemente, eu consegui uma emenda de R$ 3 milhões para o enfrentamento da pandemia para proteger os militares e, permitir com que eles continuassem seus trabalhos no Amazonas. O José Ricardo está desinformado", retrucou.

Alberto Neto também falou  sobre a saúde básica de Manaus e afirmou não concordar com o fechamento do Hospital de Campanha Gilberto Novaes, montado pela prefeitura atender pacientes com o novo coronavírus. "Saúde básica vai ser um dos principais pontos de nossa futura administração. Hoje Manaus tem 34% de cobertura. É possível aumentar o número de agentes de saúde com recursos federais, vamos fazer isso. Essa carência, provada na pandemia, só mostra que fechar hospital de campanha foi uma grande falha", disse Alberto Neto ao afirmar que o local poderia ser estruturado para continuar com atendimento em outras áreas.

A entrevista completa com o pré-candidato Alberto Neto, que também falou de projetos para a Guarda Civil Metropolitana, transporte coletivo e mobilidade urbana, será publicada na Coluna Tabuleiro Baré, da próxima segunda-feira (24/08). O conteúdo será liberado às 7 da manhã. CLIQUE AQUI e veja as edições atuais da coluna.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!