08/09/2020 às 13h15min - Atualizada em 08/09/2020 às 13h15min

Jogos precisam ocorrer em 2021 "a qualquer preço", diz Seiko Hashimoto

Declaração foi dada pela dirigente durante coletiva à imprensa na manhã de hoje (8). Autoridades japonesas concentram esforços para conter a disseminação de covid-19.

Reuters
Foto: REUTERS/Denis Balibouse

Os Jogos de Tóquio precisam ser realizados "a qualquer preço" em 2021, disse a ministra da Olimpíada do Japão, Seiko Hashimoto, nesta terça-feira (8). Falando em uma coletiva de imprensa, Hashimoto disse que os Jogos deveriam acontecer para o bem dos atletas, independentemente dos desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Em março, o governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional (COI) tomaram a decisão inédita de adiar os Jogos - agendados originalmente para começar em julho deste ano -  para  2021 por causa da pandemia.

"Todos os envolvidos com os Jogos estão trabalhando juntos para se prepararem, e os atletas também estão fazendo esforços consideráveis para o ano que vem", afirmou  Hashimoto na coletiva.

"Acho que temos que realizar os Jogos a qualquer preço", acrescentou. "Quero concentrar todos nossos esforços em medidas contra o novo coronavírus."

Autoridades do governo japonês, do governo municipal de Tóquio e do comitê organizador dos Jogos se reuniram pela primeira vez na semana passada para determinar passos para conter a disseminação da covid-19 no evento.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Cerca de 3 mil microempresas devem ser beneficiadas. Até o momento, a Caixa contratou cerca de R$ 1,8 bilhão na nova fase da linha de crédito.

Presidente da Câmara voltou a defender que as plataformas de mídias sociais sejam responsabilizadas por conteúdos falsos "como qualquer outro meio de comunicação”.

Devido à pandemia da covid-19, não haverá recepção ou festa, a bancada de ministros contará com divisórias de acrílico e a tradicional foto não será feita.

Em 2015, o atleta chegou ao Chelsea, da Inglaterra, onde também atuou no Watford e Newclastle. O meia-campista pode estrear no primeiro confronto da equipe no Espanhol.

Segundo a Abrafrigo, depois da China, o segundo maior cliente foi o Egito, que importou 91.529 toneladas de janeiro a agosto, com queda de 25,4% na comparação anual.

O paulista ficou com o título da classe Finn, ao vencer cinco das seis regatas no Iate Clube fluminense. O atleta se prepara para a terceira participação em Olimpíadas.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!