18/04/2018 às 07h46min - Atualizada em 18/04/2018 às 07h46min

Operação Concreto Armado mira em Waldívia Alencar. Suspeita é de desvio de R$ 40 milhões da Seinfra

Redação M2 News
Waldívia Alencar ao lado de Omar Aziz. A engenheira foi secretária da Seinfra na gestão do ex-governador. Foto: Arquivo
A ex-secretária da Secretaria de Estado de Infraestrutura do Amazonas (Seinfra), Waldívia Alencar, é principal alvo da operação "Concreto Armado" deflagrada pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), na manhã quarta-feira (18.04), em Manaus. As suspeitas são de desvio de R$ 40 milhões. O dinheiro teria sido arrecadado após fraudes em licitações e pagamento superfaturados à empreiteiras que prestariam serviços durante a gestão da ex-secretária.

Equipes da Polícia Civil estão nesse momento na casa de Waldívia, localizada em um condomínio de luxo, na zona Centro-Sul de Manaus. Segundo fontes do portal M2 News, o MPE-AM e  PC-AM, estariam invesigando a ex-secretária há mais de seis meses.

 O possível enriquecimento Waldívia, que foi secretária de obras da gestão dos ex-governadores do Amazonas, Omar Aziz e José Melo, após sua saída da Seinfra, aumentou as suspeitas de possíveis desvios de dinheiro público.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!