24/04/2018 às 13h17min - Atualizada em 24/04/2018 às 13h17min

​Sema inicia processo de ordenamento pesqueiro na RDS do rio Amapá, em Manicoré

Redação M2 News
Foto: Divulgação

 
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) por intermédio do Departamento de Mudanças Climáticas e Unidades de Conservação (Demuc) inicia nesta quarta-feira (25/04), no município de Manicoré (distante 332 quilômetros de Manaus), o primeiro processo de ordenamento pesqueiro nos 32 lagos das 10 comunidades rurais e indígenas que compõem a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do rio Amapá. A ação ocorre até sexta-feira (27/04).
 
De acordo com o assessor da Assessoria de Ordenamento de Pesqueiro (Asspes), engenheiro de Pesca da Sema, Flávio Ruben, os lagos estão localizados nas comunidades Urucury, Água Azul, Vista Alegre, Boa Esperança, Pandegal, Democracia, Jatuarana, Terra Preta, Aldeia Kamaioá e Santa Eva. Nestes locais, os moradores da região identificaram grande potencial econômico para o manejo sustentável do pirarucu.
 
Rubem disse que para confirmar a potencialidade dos lagos, Sema vai iniciar o processo do Acordo de Pesca, que passa pelo trabalho de ordenamento pesqueiro naquela Unidade de Conservação (UC). “O objetivo é realizar os levantamentos técnicos dos lagos e ter referência em qual deles podemos implantar o manejo do pirarucu para que possa haver a geração de emprego e renda aos moradores das 10 localidades rurais e indígenas”, disse.
 
Flávio Ruben informou que, além do levantamento técnico da região, a Sema vai intermediar conflitos nas áreas produtivas de pescado e, a partir desse trabalho, ele disse acreditar que a pressão por pesca comercial nas localidades será menor e os estoques pesqueiros de dentro da unidade possam ser recuperados.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!