27/04/2018 às 19h39min - Atualizada em 27/04/2018 às 19h39min

Abril Cultural Indígena é atração no centro de Manaus

Redação M2 News
Fotos: Roberto Carlos / Secom
O Largo São Sebastião, no centro de Manaus, é palco das comemorações do Abril Cultural Indígena, evento capitaneado pela Fundação Estadual do Índio (FEI), em alusão ao Dia do Índio, comemorado no último dia 19 de abril. Com o tema "Fortalecendo a cultura, economia e a cidadania", o evento acontece nessa sexta (27/4) e sábado (28/04) e traz diversas atividades, como apresentações de rituais indígenas e venda de artesanato.
De acordo com o diretor-presidente da FEI, Amilton Gadelha, trata-se de uma oportunidade inédita de ocupação das comunidades indígenas de um local tão simbólico para a cidade, como o Largo São Sebastião. "Pela primeira vez na história da Praça São Sebastião, ela é aberta para receber os indígenas, tanto das organizações quanto os populares que moram aqui em torno de Manaus, que já são mais de 50 mil indígenas, que representam mais de 35 etnias, falante de quase 29 línguas diferentes", destacou.  
"Isso então é um marco para o povo indígena e graças à sensibilidade do Governo do Estado e apoio das demais secretarias, sobretudo das organizações indígenas. Um momento privilegiado, onde os indígenas terão oportunidade de apresentar, pela primeira vez, para a sociedade amazonense, em frente ao Teatro Amazonas, a sua arte, sua cultura e a afirmação de sua luta pelo protagonismo indígena", completou Amilton Gadelha.
Ritual da Tukandeira - Entre as atrações desse primeiro dia de evento, estava a encenação do Ritual da Tukandeira, que representa a passagem dos meninos para a vida adulta. De acordo com o historiador Geter Sateré Mawé, os indígenas ficam muito satisfeitos de poder mostrar um pouco de sua cultura para a sociedade manauara.
"Estamos felizes e queremos agradecer ao Governo do Estado essa oportunidade dada aos povos indígenas, incentivando, valorizando a cultura indígena do Estado do Amazonas. Esse tipo de evento faz com que o indígena se sinta útil e valorizado, como cidadão, porque traz incentivo para divulgação de sua cultura", afirma Geter, formado em História pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA).
Ação social - O evento prossegue neste sábado (28/4), a partir das 9h, com a realização de um mutirão de cidadania, além das apresentações de danças, cantos e rituais indígenas, como o Ritual da Moça Nova.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!