26/06/2017 às 13h57min - Atualizada em 26/06/2017 às 13h57min

Defensoria Pública do Estado do Amazonas e Procon pedem prisão de diretoria do Sindicato dos Rodoviários

Redação - M2 News
Depois de paralisar 100% da frota de ônibus de Manaus, desrespeitando uma decisão da Justiça do Trabalho, que estipulou multa de R$ 100 mil por hora de paralisação, Defensoria Pública do Estado do Amazonas e Procon ingressaram na tarde dessa segunda-feira,26, com um pedido de  prisão da diretoria do Sindicato dos Rodoviários do Amazonas. A informação foi confirmada pelo defensor público Carlos Almeida Filho e Rosely Fernandes, Secretária Executiva do Procon-AM , que ingressaram com o pedido de prisão no Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região.

Segundo o Sinetram 1.500 ônibus não circularam até as 11h dessa segunda-feira. Cerca de 800 mil usuários foram prejudicados. Rodoviários reividicam pagamento do dissídio salarial de 12%, que estaria atrasado desde maio.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!