14/06/2021 às 10h05min - Atualizada em 14/06/2021 às 10h05min

Ficando para trás: São Paulo, Palmeiras e Grêmio tropeçam de novo e já veem a liderança do Brasileiro ficar mais distante

Uol
Foto: Reprodução
 

Quem acompanha automobilismo sabe o quanto é importante a largada da corrida. É um momento de bagunça, todo mundo próximo e que você precisa se manter bem para poder sonhar com uma posição melhor lá na frente. Caso não consiga esse desempenho no começo, você terá que fazer a chamada "corrida de recuperação", que deixa as coisas um pouco mais complicadas.

Com apenas três das 38 "voltas" deste Brasileirão, alguns dos favoritos ao título estão vendo outros times abrindo vantagem e, desde já, precisam se esforçar para alcançar as primeiras colocações. As situações mais preocupantes são de São Paulo e Grêmio, ambos na zona de rebaixamento - apesar de ser cedo para dizer que isso é um problema - e sem vitórias na competição.

Fora da segunda metade da tabela, mas também com um desempenho abaixo do esperado, vem o Palmeiras. O time de Abel Ferreira soma quatro pontos após o empate no clássico com o rival Corinthians e está fora da zona de classificação para a Libertadores no momento.

A liderança do campeonato depois de três rodadas está nas mãos do Fortaleza, que ganhou do Sport após um pênalti bizarro e chegou aos 9 pontos, com 100% de aproveitamento. O Athletico-PR, que bateu o Grêmio fora de casa, também tem 9 pontos.

O São Paulo vive o seu pior início de Brasileirão no formato atual, com 20 times disputando o título em pontos corridos. Desde 2006, quando o campeonato passou a ser disputado desta forma, a equipe não somava apenas um ponto nas três primeiras partidas.

Após ser eliminado na Copa do Brasil no meio de semana, o Palmeiras apostava em uma vitória em casa no clássico com o Corinthians para elevar o moral, mas o empate em 1 x 1 deixa o Alviverde ainda sob pressão. É o momento mais delicado de Abel Ferreira no comando do time.

O Grêmio é, ao lado do América-MG, o único time que ainda não pontuou no Brasileirão. A equipe gaúcha tem um jogo a menos, contra o atual campeão Flamengo, mas o início de campeonato é bem decepcionante para o time comandado por Tiago Nunes.

Não acho que o resultado seja justo, porque criamos oportunidades para isso, inclusive o gol anulado, por centímetros, e depois a bola na cabeça do Breno. Temos a sensação que perdemos dois pontos hoje.

Abel Ferreira, Técnico do Palmeiras

Entre os principais candidatos ao título, Flamengo e Atlético-MG chegaram aos seis pontos na rodada. O caso do Rubro-Negro, que venceu o América-MG com tranquilidade, é um pouco mais tranquilo pois ele tem um jogo a menos e ainda pode alcançar os líderes Fortaleza e Athletico-PR.

Já o Galo, que triunfou sobre o São Paulo ontem (13), comemora duas vitórias seguidas, depois do tropeço em casa na estreia para o Fortaleza.

O sentimento do Inter, que bateu o Bahia, não chega a ser de tranquilidade, mas é possível sim dizer que o Colorado teve um respiro ao vencer sua primeira partida, logo após a demissão de Miguel Ángel Ramírez, e se afastar da zona de rebaixamento.

A intensidade monstruosa colocada [pelo São Paulo] no Paulista teve efeito negativo neste início do Brasileiro. Uma mistura de ressaca do título com diferença brutal de nível.

Depender de Deyverson é muito desespero. Um jogador bizarro, que vive fingindo falta, que já foi expulso duas vezes por cuspir em adversário... Não é jogador para o Palmeiras. Não é solução para o Palmeiras.

Independentemente da escalação, o Flamengo já assimila a forma de jogar, pressionando no campo ofensivo para recuperar a bola de imediato, algo fundamental dentro da proposta de jogo da equipe.

Nas redes sociais, nenhum duelo no Brasileirão foi tão disputado quanto o de homem mais forte em campo no jogo entre Atlético-MG e São Paulo. De um lado Hulk, atacante do Galo. De outro o árbitro Anderson Daronco.

As piadas foram desde a comparação entre o tamanho de Daronco e Hulk - com o árbitro levando vantagem na opinião dos internautas - até a projeção de uma luta em um Mineirão lotado entre os personagens.

A Copa América começou ontem com a vitória do Brasil sobre a Venezuela por 3 a 0 e uma série de impactos na terceira rodada do Brasileirão. O maior afetado com certeza é o Flamengo, que tem cinco jogadores participando da competição.

O time pretende procurar o STJD para tentar paralisar o Brasileirão durante o torneio, mas dificilmente será atendido. Em campo, o Rubro-Negro não sentiu a ausência dos titulares e bateu o América-MG com tranquilidade.

Atlético-MG, Palmeiras, Corinthians, Grêmio, Internacional e São Paulo também cederam jogadores para as seleções que disputam a Copa América.

Flamengo e Atlético-GO dividem a terceira colocação do Brasileiro com seis pontos. O time goiano teve compromisso marcado com o Cuiabá nesta rodada adiado porque o adversário precisou ceder a Arena Pantanal para o torneio sul-americano.

Por fim, um terceiro impactado pela Copa América foi o telespectador. A CBF optou por não marcar partidas para o horário de Brasil x Venezuela, mas acabou acumulando quatro jogos para o horário das 20h30 no domingo.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!