27/04/2022 às 11h18min - Atualizada em 27/04/2022 às 11h18min

Motorista de app arranca passageira pelos cabelos após confusão por pagamento

Portal do Holanda
Foto: Reprodução/Twitter

 

Uma professora da rede estadual de ensino Dayane Padilha foi agredida após usar o serviço de transporte do aplicativo 99 para ir de um supermercado até uma aldeia indígena do município de Piraquara, região metropolitana de Curitiba. Porém, parte da estrada era de barro, e o motorista recusou continuar o percurso.

A professora contou que o motorista se recusou a deixá-la no destino alegando que não o aplicativo marcou o lugar correto. Ele cobrou R$ 15 para entrar na estrada de barro que dava acesso à escola, mas quando Dayane negou, ele a agrediu e a arrancou do carro pelos cabelos no meio do trajeto. O caso aconteceu na última quarta-feira (20).

Dayane gravou as agressões e registrou queixa por lesão corporal e injúria qualificada, quando a ofensa é motivada por cor, raça ou etnia. A polícia civil identificou o motorista agressor e ele será chamado para depor. Em nota, o aplicativo 99 informou que bloqueou o motorista, ressarciu a passageira, está colaborando com as investigações e lamentou o ocorrido.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!