25/10/2018 às 14h47min - Atualizada em 25/10/2018 às 14h47min

Wilson Lima exclui escolas militares de plano de governo e preocupa pais no Amazonas

Redação M2 News
Foto: Arquivo
O candidato Wilson Lima (PSC) excluiu as escolas militares do Estado de seu plano de governo registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). No trecho que fala sobre as propostas para a educação, não há nenhuma citação sobre escolas militares no Amazonas, nem para construção e nem para reformas. Candidato ao governo, Wilson, durante a campanha, faz duras críticas  a atuação da Polícia Militar do Amazonas. 
 
Quando era apresentador de TV, Wilson Lima costumava criticar as ações policiais, o que o levou a ter a pecha de inimigo da PM. Agora durante a campanha ele tem desacreditado o trabalho policial. O fechamento das escolas da polícia militar pode ser uma represália de Wilson.
 
Segundo reportagem publicada no Portal Holofote, existe uma investigação em curso para saber da relação entre a chapa de Wilson Lima e o defensor Carlos Almeida com a organização criminosa Família do Norte (http://www.portalholofote.com/noticia/12036/fdn-tem-candidato-ao-governo-do-amazonas-vazaram-documentos-sigilosos-veja?fb_comment_id=1442596509176148_1442779285824537). 
 
*Escolas da Polícia são exemplo no Brasil*
 
As escolas vinculadas à Polícia Militar são exemplos de sucesso na educação do Amazonas e arrancaram elogios da imprensa nacional. O jornal O Globo, do Rio de Janeiro, noticiou: "Polícia assume escola em área violenta de Manaus e impõe rotina militar" (https://oglobo.globo.com/sociedade/policia-assume-escola-em-area-violenta-de-manaus-impoe-rotina-militar-16590532). Na Carta Capital, a reportagem "Em Manaus, escolas geridas pela PM impõem rotina militar aos alunos" (https://www.cartacapital.com.br/sociedade/em-manaus-escolas-geridas-pela-pm-impoem-rotina-militar-aos-alunos) ressalta a aprovação dos pais dos estudantes. 
 
Ainda assim, quem tem filhos nessas escolas conhece as dificuldades. No ano passado, uma decisão judicial proibiu uso e captação de recursos pela Associação de Pais e Mestres do Colégio da Polícia Militar (APMC), o que pode inviabilizar o funcionamento desses espaços. 
 
"É uma pena a gente ver candidatos que não estão preocupados com a educação de qualidade para os nossos filhos. Essa escola da PM é muito boa, os professores são muito bons e ajudam na disciplina das crianças. Era pra ter mais escolas como essa", disse uma mãe de dois alunos que pediu para não ser identificada.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!