19/03/2019 às 14h21min - Atualizada em 19/03/2019 às 14h21min

Vigilante denunciado por importunação sexual trabalhava em hospital de Manaus

Redação M2
Foto: Divulgação/PC/AM


A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Pablo Geovanni, titular da unidade policial, cumpriu na manhã do último sábado (16/3), mandado de prisão preventiva por importunação sexual em nome do vigilante Sergio Ricardo Lobato, 41. A prisão foi efetuada na casa do infrator, situada na rua Tulipas, primeira etapa do bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu na última quinta-feira (14/3), no Hospital Pronto-Socorro João Lúcio, situada na zona leste da capital. Segundo o delegado, Sergio trabalhava como vigilante no local e na ocasião teria tocado nas partes íntimas de uma paciente de 23 anos. A ação foi registrada por câmera de segurança instalada dentro do hospital.

“A vítima veio até o 9º DIP para formalizar Boletim de Ocorrência (BO). Após tomar conhecimento da situação, representei à Justiça o pedido de prisão em nome do infrator. A ordem judicial foi expedida ainda no dia 14 de março, pela juíza Careen Aguiar Fernandes, no Plantão Criminal. A partir disso, realizamos diligências e logramos êxito na prisão do vigilante na casa dele, localizada rua Tulipa, bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital”, explicou Geovanni.

Indiciado - Sergio foi indiciado por importunação sexual. Após os procedimentos cabíveis no 9º DIP, o homem foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde deverá permanecer à disposição da Justiça. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!