21/03/2019 às 01h30min - Atualizada em 21/03/2019 às 01h30min

Amazonas já tem 28 mortes confirmadas por H1N1, 22 só em Manaus

Novo Boletim foi divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS).

Redação M2
Foto: Arquivo/M2

A 11ª edição do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) atualizada nesta quarta-feira (20/03) pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) registra 721 casos notificados, sendo 110 positivos para o Vírus da Influenza A (H1N1) e 96 para Vírus Sincicial Respiratório (SRV).

 

 

São 28 óbitos por H1N1, sendo 22 em Manaus, dois em Manacapuru, e Parintins,  Itacoatiara, Japurá e Nhamundá com um caso cada. Segundo o boletim, são dez óbitos por Vírus Sincicial Respiratório, sendo nove na capital e um de Borba, além de um óbito em Manaus por Parainfluenza tipo 3. 

 

Em relação aos pacientes que evoluíram para óbitos dos 39 ocorridos neste período entre fevereiro e março, 77% faziam parte do grupo de risco mais vulnerável para formas graves, com destaque para crianças menores de cinco anos, idosos, pessoas com diabetes, pneumopatas, pessoas com obesidade e neuropatas. 

 

 

Campanha Antecipada - A campanha de vacinação contra a Influenza (H1N1) no Amazonas começou nesta quarta-feira (20/03) em Manaus e mais 33 municípios. 

 

 

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Susam), as vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde no último fim de semana já foram entregues pela Coordenação Estadual do Programa Nacional de Imunização (PNI/AM) a 59 municípios. Tonantins e Benjamin Constant recebem nesta quinta-feira (21), completando a entrega.

 

 

Grupos prioritários - O público-alvo é formado por crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, profissionais de saúde e educação da rede pública e privada, indígenas, idosos com mais de 60 anos, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis; as portadoras de outras condições clínicas especiais como doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias (Síndrome de Down, Síndrome de Edward, Síndrome de Patau, Síndrome de Warkany).

 

 

Salas de imunização - Em todo o Estado, 1.535 salas de imunização devem estar abertas nos 62 municípios, das quais 153 em Manaus.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!