26/03/2019 às 17h02min - Atualizada em 26/03/2019 às 17h02min

​Seap conhece como funciona unidades prisionais em Santa Catarina

Redação M2
Foto: Divulgação


O secretário-executivo adjunto de Estado de Administração Penitenciária (Seap), tenente-coronel André Luiz Gióia, o diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Fabiano Bordignon, e representantes do sistema prisional de vários estados brasileiros participaram, ontem e hoje (26/03), de uma visita técnica a dois presídios de Santa Catarina (SC). O estado é referência nacional por oferecer atividades laborais aos presos durante o cumprimento da pena.

A comitiva visitou as unidades penitenciárias de Curitibanos e Chapecó para conhecer os trabalhos desenvolvidos pelos internos na fabricação de sofás, colchões, brinquedos, automação industrial, entre outros. A intenção é propagar iniciativas semelhantes e desenvolver ações de melhoria no sistema prisional em todo o País.

O secretário adjunto da Seap aprovou o que viu. Segundo ele, a organização e a dedicação dos operadores do sistema penitenciário chamaram a atenção dos participantes. “As unidades têm um trabalho laboral de ressocialização dos internos muito grande. Empresas com várias linhas de atuação no mercado investem dentro do sistema”, destacou ele, que estava acompanhado do diretor do Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM 2), Lucas Maceda.

Remição de pena - Atualmente, 220 presos realizam serviços dentro das penitenciárias do Amazonas como parte do projeto de remição da pena por meio do trabalho ou estudo. “Em três meses, saímos de 40 para 220 internos trabalhando em nossos presídios. Vamos aumentar esse número. A ideia é colocar as empresas privadas dentro das unidades prisionais”, afirmou.

Durante dois dias, foram apresentados os detalhes sobre a metodologia aplicada, legislação e os convênios que garantem a ressocialização e a reinserção ao convívio social, assim como qualificação desses presos. A comitiva teve a presença de representantes de 16 estados, Defensoria Pública da União e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!