11/06/2017 às 20h23min - Atualizada em 11/06/2017 às 20h23min

Maduro denunciará ao Papa "uso de crianças" em atos violentos na Venezuela

"Lhes dão drogas, lhes dão dinheiro", disse Maduro

Manifestante usa máscara contra gás, durante protestos na Venezuela. Foto: FEDERICO PARRA - AFP

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que na segunda-feira enviará uma carta ao papa Francisco solicitando a ele que faça a mediação com a oposição para evitar "utilizar crianças" em atos de violência durante os protestos.

"Estou pedindo (...) ao Papa Francisco que sirva de intermediário para que a oposição venezuelana deixe de utilizar meninos e meninas em atos violentos e em grupos terroristas", disse neste domingo Maduro em um ato em Caracas, transmitido pela rede de televisão estatal VTV.

Maduro disse que deputados opositores, sem identificá-los, recruta jovens para gerar distúrbios nas manifestações que a oposição realiza desde 1 de abril, e que, segundo o Ministério Público, já deixou 66 mortos e mais de mil feridos.

"Lhes dão drogas, lhes dão dinheiro", disse Maduro.

Frequentemente menores de idade com rostos cobertos são vistos entrando em choque com militares e policiais.

Dirigentes opositores responsabilizam Maduro pela violência, ao denunciar uma "selvagem repressão" contra os manifestantes.


Com informações de Agence France-Presse

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!