12/06/2017 às 15h57min - Atualizada em 12/06/2017 às 15h57min

Cantor assassinado em Codajás, foi exumado para nova perícia.

Morte foi em abril. Polícia ainda investiga o caso

- M2News
Cantor foi assassinado em abril. Corpo foi exumado para completar laudo do IML.

 O corpo do cantor Melvino de Jesus Júnior, vocalista da grupo musical Jr e Banca, assasinado no dia 29 de abril, em Codajás, localizado a 240 quilômetros de Manaus, foi exumado na manhã desta segunda-feira, 12.  Segundo o delegado Juan Valério, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) a exumação foi necessária para complementar o laudo que é elaborado no Instituto Médico Legal (IML). A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP) informou que o corpo será enterrado novamente, ainda nesta segunda-feira.

Júnior, como era conhecido, foi assassinado depois de sair de um show em Codajás. Ele estava na entrada. onde integrantes da banda eram hospedados, quando um homem ainda não identificado, se aproximou e disparou vários tiros contra ele. 

 

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!