24/06/2019 às 10h28min - Atualizada em 24/06/2019 às 10h28min

Feira de Produtos Orgânicos da Agricultura Familiar abre Semana Nacional do Alimento Orgânico no Amazonas

Redação M2
FOTOS: Emerson Martins
Neste domingo (23/06), em comemoração à Semana Nacional do Alimento Orgânico, a Secretaria de Produção Rural (Sepror), em apoio à Comissão de Produção Orgânica do Amazonas (CPORG-AM), promoveu ação na praia da Ponta Negra. No evento, uma Feira de Produtos Orgânicos da Agricultura Familiar e da Sociobiodiversidade Amazônica proporcionou diversas atrações para fortalecer a produção orgânica regional, livre de agrotóxicos.

Além da comercialização de produtos orgânicos, a iniciativa teve a degustação de receitas preparadas com produtos regionais e com Pancs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) preparadas por chefs locais, entrega de certificados a agricultores orgânicos, exposição e venda de artesanato e de plantas, e ainda atividades físicas, como aulas de zumba e tai chi chuan.

O titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, afirma que a busca da população amazonense pelo alimento orgânico é crescente.

“Existe um número crescente de pessoas que buscam realmente um alimento livre de defensivos e que buscam realmente esse conceito de alimento orgânico. E nós estamos apoiando essas iniciativas, inclusive com a criação do Conselho Nacional da Agroecologia e da Produção Orgânica, que vai definir as políticas do nosso governo para investimento nessa área”, afirmou Petrucio. 

A coordenadora da CPORG-AM, Marina Reia, falou da certificação orgânica que produtores precisam ter para se enquadrar na categoria.

“Esses produtores possuem o Selo de Produção Orgânica, são auditados pelo Ministério da Agricultura e por uma rede de consumidores e parceiros, que garantem que esses produtos estão completamente aptos ao consumo da sociedade brasileira, de forma limpa e livre de qualquer insumo químico”, alertou Marina.

Jorge Luiz é agricultor há 25 anos e há cinco anos começou a produzir de forma orgânica. No seu sítio, em Careiro Castanho (a 102 quilômetros de Manaus) ele produz abacaxi, tucuma, jambu e pupunha.

“Sempre que possível participo das feiras, e estou muito satisfeito com o apoio que recebo da Sepror e com o retorno que estou tendo”, afirmou Jorge.

O servidor público, Eli Lima, pratica atividade física todos os domingos com a esposa, na Ponta Negra, e procura manter uma alimentação saudável.

“Somos adeptos da alimentação natural e da prática de atividades físicas. Por isso, viemos prestigiar a Feira, e esperamos que haja outras edições, para que possamos adquirir e levar saúde para nossa mesa”, afirmou Eli.

Números – O consumo de alimentos orgânicos tem crescido no Brasil. No Amazonas, este percentual foi ainda maior: o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) registrou aumento de 267% em três anos.

Em 2015, o número de produtores orgânicos credenciados no Amazonas pela Superintendência Federal da Agricultura/Mapa, era em torno de 76 famílias; hoje, saltou para 203.




Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!