18/10/2017 às 09h12min - Atualizada em 18/10/2017 às 09h12min

Amazonas Filarmônica e Coral do Amazonas apresentam ópera na 'Série Guaraná'

Redação M2 News
Foto: Divulgação / SEC
Nesta quinta-feira (19), a partir das 20h, e no domingo (22), às 19h, a Amazonas Filarmônica e o Coral do Amazonas exploram em concerto uma das obras mais famosas do repertório operístico mundial: La Traviata, de Giuseppe Verdi (1813-1901). A apresentação nos dois dias integra a Série Guaraná XIV, uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, com ingressos já à venda na bilheteria do Teatro Amazonas.

Com regência e direção musical de Luiz Fernando Malheiro, a ópera, que será apresentada em formato de concerto, traz como solistas principais a soprano ucraniana Tamara Kalinkina, o tenor Juremir Vieira e o barítono curitibano Cláudio de Biaggi, além das participações dos baixos Emanuel Conde, Joubert Coelho e Moisés Rodrigues, da soprano Carol Martins, do contralto Thalita Azevedo e do tenor Fabiano Cardoso.

De acordo com Luiz Fernando Malheiro, que também é diretor artístico e regente titular da Filarmônica, a apresentação de La Traviata é resultado de uma parceria entre dois concursos de canto lírico com renome internacional: o Concurso Internacional Riccardo Zandonai, de Riva del Garda, na Itália; e o Concurso Internacional de Canto Maria Callas, realizado em São Paulo.

"Estes concursos sempre colocam um título de ópera nas competições. Na última edição do Maria Callas, foi La Bohéme, de Giacomo Puccini, e nesta edição, é La Traviata. Os Corpos Artísticos do Amazonas já têm essa parceria incrível, possibilitando com que os vencedores dos concursos, que em sua maioria são cantores ainda jovens, tenham a chance de cantar com uma orquestra profissional", afirma o maestro.

Sobre as dificuldades na leitura, Malheiro pontua que nada na Música é totalmente fácil. "Traviata é uma das óperas do repertório da orquestra. Ultimamente eu pensei justamente nisso: como tendo poucos ensaios, conseguimos tocar com uma qualidade ótima. Isso se deve à anos de trabalho árduo e de amadurecimento musical. Hoje, chegamos a um ponto em que com apenas seis ensaios, uma ópera como La Traviata já está praticamente pronta", ressalta.

 

La Traviata 


Estreada em 1853 no Teatro La Fenice, em Veneza, Traviata é considerada uma ópera da segunda fase da carreira de Giuseppe Verdi. "Alguns regentes e especialistas em História da Ópera costumam dividir as 28 óperas de Verdi, mais as refeitas, em três fases: a primeira fase, que vai de Oberto, Conte di San Bonifacio (1839) a Rigoletto(1851); a segunda, que compreende de Rigoletto a La forza del destino (1862); e a terceira, que vai de Don Carlo(1867) a Falstaff (1893)", explica Luiz Fernando Malheiro.

Dividida em três atos, a ópera tem libreto de Francesco Maria Piave (1810-1876), e conta a história do romance entre a cortesã parisiense Violetta Valery e o jovem Alfredo Germont. Para escrever o libreto, Piave se baseou no romance A Dama das Camélias, escrito em 1848 por Alexandre Dumas Filho (1824-1895).

Em Manaus, La Traviata foi apresentada no Teatro Amazonas pela primeira vez em abril de 1997, na primeira edição do Festival Amazonas de Ópera. À época, a apresentação foi executada pela Orquestra do Teatro Bolshoi de Minsk, capitaneados pelo alemão Michael Jelden, e pelo Coro do Teatro Amazonas, hoje, Coral do Amazonas.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!