19/07/2019 às 17h53min - Atualizada em 19/07/2019 às 17h53min

Nejimi Aziz chorou, não acreditou em prisão e pediu para não ter imagens divulgadas

M2 News
Exclusivo
Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

 

Vizinhos da ex-primeira-dama do Amazonas, Nejimi Aziz, vice-presidente do PSD no estado, relataram que a esposa do senador Omar Aziz não acreditou que ela e o marido fossem alvo da operação Vertex, que acordou a família Aziz às 6h dessa sexta-feira (19/07), no condomínio Ephigênio Salles, um dos endereços mais nobres de Manaus.

 

“As viaturas chegaram na portaria e pediram para que entrada deles não fosse anunciada. Como eles tinham ordem judicial, os funcionários cumpriram a determinação dos agentes da PF” , informou um dos vizinhos do casal Aziz ao portal M2.

 

Na casa, os agentes foram recebidos primeiro por um segurança, que avisou Nejimi, que ainda dormia.

 

“Ela dizia não acreditar que estava sendo levada para sede da PF. Chegou a chorar e pediu para que Omar fizesse o possível para resolver esse problema, e rápido. Tentou telefonar, mas teve o celular apreendido por uma agente” , disse uma fonte do portal M2.

 

Antes de deixar o local, dentro de um viatura preta, Nejimi ainda acompanhou os agentes até o escritório e o quarto do casal. Documentos, telefones celulares, notebooks e iPads foram levados para sede da PF em Manaus. Na saída, preocupada com a exposição que os filhos poderiam ter, Nejimi pediu para que os agentes a ajudassem a não ser fotografada. “Ela pediu para não ser fotografada ou filmada. Recebeu o silêncio dos policiais como resposta”, afirmou a testemunha.

 

A Operação Vertex é uma nova fase da Operação Maus Caminhos, que investiga a prática de crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro  e  organização criminosa. Nejimi Aziz, esposa do ex-governador e atual senador pelo PSD, Omar Aziz, foi levada para sede da PF em cumprimento a mandado de prisão.

 

A investigação foi desmembrada pelo Supremo Tribunal Federal da Operação Maus Caminhos, em razão dos indícios detectados de recebimentos de vantagens indevidas pelo ex-governador Omar Aziz, durante seu mandato (2010 - 2014). Omar não foi preso por exercer o cargo de senador e tem direito a foro por privilegiado no STF. No entanto, ele está proibido de deixar o país e não pode ter contato nem como Nejimi e seus irmãos Amin, Manssur e Murad Aziz, presos nessa sexta-feira.

 

A Polícia Federal concluiu que  prática de crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de capitais e pertinência a organização criminosa, praticados por cinco ex-secretários de estado, bem como diversos servidores públicos e o núcleo da organização criminosa desbaratada na primeira fase da operação Maus Caminhos, completava o núcleo político do Poder Executivo estadual, tendo alcançado o ex-governador José Melo, que hoje está em prisão domiciliar.

 

Outra Operação, a Cash Back teve por objeto a investigação quanto ao envolvimento de empresas  que fizeram pagamentos embasados em notas fiscais falsas, sem a correspondente prestação de serviço, além de pagamentos por serviços superfaturados.

Presos temporariamente


NEJIMI AZIZ
AMIN AZIZ
MANSSUR AZIZ
MURAD AZIZ
JOSÉ RENATO LIMA (ASSESSOR DE NEJIMI E EX-CHEFE DE GABINETE)
RICARDO CAMPOS MARQUES
PAULO JOSÉ GOMES DA SILMA (ASSESSOR IMEDIATO DE NEJIMI)

 


Nome da Operação

 

O nome da Operação policial é sinônimo da palavra vértice e significa o ponto mais alto, o ápice, correspondendo ao alcance da investigação, que reuniu indícios robustos da prática de crimes pelo governador José Melo, da criação da organização criminosa formada em torno do Instituto Novos Caminhos.

 

Aproximadamente R$ 92,5 milhões de reais foram bloqueados, 7 mandados de sequestro de bens móveis e imóveis, expedidos pela Justiça Federal, que, após parecer do Ministério Público Federal, deferiu representação do Delegado de Polícia Federal que preside a investigação.

 

A operação foi executada pela Polícia Federal nos Estados do Amazonas, Brasília e São Paulo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com a gente
Portal M2 News
Envie NOTÍCIAS e receba as principais notícias publicadas no Portal M2 News em seu WhatsApp. SERVIÇO 100% GRATUITO!